Federação da PF apoia concurso e vai buscar ampliação das vagas

​A informação de encaminhamento por parte da Polícia Federal (PF) de processo visando à realização de concurso 2017 para 1.200 vagas de agente e escrivão (600 para cada) surpreendeu a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), segundo afirmou o vice-presidente da entidade, Flávio Werneck. "É uma surpresa positiva. Temos um déficit de poli...

​A informação de encaminhamento por parte da Polícia Federal (PF) de processo visando à realização de concurso 2017 para 1.200 vagas de agente e escrivão (600 para cada) surpreendeu a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), segundo afirmou o vice-presidente da entidade, Flávio Werneck. "É uma surpresa positiva. Temos um déficit de policiais federais e precisamos de policiais que trabalhem na atividade-fim. Ou seja, na busca do que realmente interessa para a investigação criminal", ressaltou. 

O sindicalista afirmou que a federação apoia a realização do concurso e irá, inclusive, buscar pelo aumento do número de vagas. Conforme apurou a FOLHA DIRIGIDA, a seleção para os dois cargos foi autorizada pelo diretor-geral da PF, Leandro Daiello, que possui essa autonomia, conforme estabelece o Decreto 8.326/14. Apesar disso, o órgão ainda precisa de uma manifestação favorável do Ministério do Planejamento a respeito da existência de verba para o preenchimento das vagas. O mesmo vale para delegado e perito, para os quais o órgão planeja oferecer 558 vagas, sendo 491 e 67, respectivamente.

E segundo o vice-presidente da Fenapef, a surpresa da entidade com o planejamento de novo concurso vem do fato do governo federal vir sinalizando, em projetos enviados ao Congresso Nacional, que não irá liberar a realização de novas seleções este ano. 

E de fato, vigora no Poder Executivo federal uma política de suspensão de novos concursos, salvo algumas exceções, que, a princípio, vale até o fim deste ano. Mas além dessa restrição não se aplicar à PF, conforme já esclareceu o próprio Ministério do Planejamento, a proposta de orçamento da União para 2017, que foi aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela Presidência da República, trouxe em documento anexo (informações complementares) a previsão de abertura de diversos novos concursos neste ano.

Fonte: Folha Dirigida

Prefeitura do Rio dará posse a 825 professores.
TRF 2: locais sairão em 15 de fevereiro.
Capasimulado
Capasimulado
Capasimulado