Concurso PF e PRF: pedidos têm avanço no Planejamento

Aqueles que almejam ingressar nas forças de segurança pública federal ganharam motivos para ficarem mais otimistas quanto à confirmação, ainda este ano, de uma nova oportunidade para as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF).Os processos relacionados às demandas das duas corporações avançaram no último dia 27 no Ministério do Planejamento...

Aqueles que almejam ingressar nas forças de segurança pública federal ganharam motivos para ficarem mais otimistas quanto à confirmação, ainda este ano, de uma nova oportunidade para as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF).

Os processos relacionados às demandas das duas corporações avançaram no último dia 27 no Ministério do Planejamento e a expectativa agora é que sigam nos próximos dias para outros setores responsáveis por avaliar a liberação das seleções.

Os pedidos abrangem 2.102 vagas em cargos das áreas policial e administrativa, com remunerações variando de R$5.027,72 a R$17.288,85 e contratações pelo regime estatutário (estabilidade).

As demandas estão em três processos distintos, sendo que todos eles deixaram no último dia 27 a Coordenação-Geral de Carreiras, Concursos e Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho no Serviço Público (SEGRT), indo para a Coordenação Administrativa e Suporte Técnico (Coast). Para que os concursos recebam o sinal verde do Planejamento, as solicitações terão que passar ainda por setores como Consultoria Jurídica, Secretaria Executiva e Gabinete do Ministro.

No caso da PF, trata-se de pedido de confirmação de previsão orçamentária para o preenchimento de 558 vagas de delegado (491 vagas) e perito (67), ambos com ganhos iniciais de R$17.288,85, incluindo o auxílio-alimentação, de R$458.

O cargo de delegado é voltado para aqueles que possuem o bacharelado em Direito, além de três anos de experiência em atividade jurídica ou policial.

Para perito, é exigida formação superior que varia conforme a área de atuação. Em ambos os casos, é preciso ter a carteira nacional de habilitação, na categoria B ou superior.

A PRF, por sua vez, pediu autorização para a abertura de concurso para 1.500 vagas de policial rodoviário federal, com iniciais de aproximadamente R$7.900 (a partir de janeiro de 2017) e para 44 vagas em cargos de nível superior da área administrativa.

Para ser policial rodoviário, é necessário possuir o ensino superior completo em qualquer área, carteira de habilitação (B ou superior) e de 18 a 65 anos de idade. Para a atividade meio, a solicitação é para vagas de administrador (19), engenheiro (17), estatístico (cinco) e técnico em comunicação social (três).

Os iniciais são de R$5.027,72.

Apesar das restrições aos concursos do Poder Executivo federal, a expectativa é que as seleções de PF e PRF sejam de fato liberadas, tendo em vista o elevado déficit de pessoal.

A insuficiência de policiais em ambas as corporações já foi, inclusive, constatada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), no caso das fronteiras.

A situação da PRF tende ainda a se agravar, em função da possibilidade de perda de 40% do efetivo atual (4 mil dos cerca de 10 mil ativos) nos próximos dois anos.

O departamento realizou concurso para policial pela última vez em 2013, enquanto que o último concurso para delegado e perito da PF aconteceu em 2012.

Em todos os casos, o organizador foi o Cespe/UnB.

As contratações são pelo regime estatutário, que prevê estabilidade, e remuneração informada já inclui o auxílio-alimentação, de R$458.

(Folha Dirigida)

Concurso TJ-PE 2016: nível médio e superior até R$...
Correios: sindicatos pedem a abertura de novo conc...

Related Posts

Capasimulado
Capasimulado
Capasimulado