Concurso PRF: novo pedido de concurso junto ao MPOG

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já encaminhou nova solicitação para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), reforçando pedido de autorização para novo concurso público, com o objetivo de preencher 1.500 vagas para o cargo de policial rodoviário.

A seleção estava prevista para ocorrer em 2015. 

Porém, com as medidas anunciadas em setembro pelo governo federal, no sentido de promover cortes no orçamento, a autorização por parte do ministério acabou não ocorrendo. 

Agora, a expectativa é de que a seleção seja considerada no orçamento para o próximo ano.

A realização do concurso é imprescindível, uma vez que há grande necessidade de pessoal.

Para concorrer ao cargo é necessário possuir curso de nível superior completo em qualquer área de formação e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a partir da categoria "B".

A remuneração inicial vigente corresponde a R$ 6.719,91 para jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

No decorrer do exercício profissional, os servidores contam com melhorias salariais.

Na terceira classe, após o padrão inicial, a carreira apresenta mais duas faixas de salário, que são, respectivamente, de R$ 6.787,11 e R$ 6.854,98. A segunda classe conta com seis padrões: I – R$ 8.198,29; II – R$ 8.280,27; III – R$ 8.363,08; IV – R$ 8.446,71; V – R$ 8.531,17; e VI – R$ 8.616,49. Já a primeira classe inclui mais seis padrões: I – R$ 9.362,89; II – R$ 9.643,78; III – R$ 9.933,09; IV – R$ 10.231,08; V – R$ 10.538,02; e VI – R$ 10.854,16. Por fim, na classe especial, há três padrões: I – R$ 11.505,41; II – R$ 11.850,57; e III – R$ 12.206,09.


Último concurso da PRF

Em 2012, a PRF lançou edital de concurso com 1.000 vagas para policial. Na ocasião, a banca organizadora foi o CESPE - UnB e o processo seletivo constou de prova objetiva, exame discursivo, testes de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social e análise de títulos.

A prova objetiva apresentou 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, matemática, noções de direito constitucional, ética no serviço público e noções de informática. Já em conhecimentos específicos as perguntas versaram sobre noções de direito administrativo, noções de direito penal, noções de direito processual penal, legislação especial, direitos humanos e cidadania, legislação relativa ao DPRF (Departamento de Polícia Rodoviária Federal) e física aplicada à perícia de acidentes rodoviários.

(JC)

RETIFICAÇÃO NO EDITAL INSS
IBGE lançará mais dois editais no decorrer deste a...
Capasimulado
Capasimulado
Capasimulado